Uma Associação importantíssima! Consulte-a em "www.projectoluz.com"

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Algumas imagens captadas na baía do Seixal

4 comentários:

IsaLenca disse...

A foto da báia está um postal autêntico. Felizmente que não passam os cheiros- com a maré tão baixa dá para imaginar!
Mas tem um aspecto mais limpa, menos polúída. Quando vive na Amora, mesmo ao lado (e só durante 3 meses pois não gostei mesmo nada dessa zona) a baía estava cheia de restos de barcos, pneus, garrafas e outras porcarias...
As fotos das proas (penso que é assim que se chama) ficariam bem no Museu da Marinha - estive lá na semana passada, pela 4ª vez, e na parte dos barcos típicos de Portugal tem algumas (poucas) fotos e a maior parte já com muitos anos. Pena que muitas vezes os museus não se actualizem. Será que eles não aceitariam essas fotos? Não costumas tentar vendê-las? (Mesmo sendo um hobby- o meu marido diz que quando se tem um hobby não se podem vender os serviços pois deixa de ser um hobby!! Será?)
Bjs

Paulo Azevedo disse...

Isalenca, por acaso não havia mau cheiro nesse dia, embora a maré estivesse muito baixa. E eles recuperaram a zona da marginal, sendo agora um espaço muito giro para se passear.

Em relação às minhas fotos, já tenho cedido algumas para sites e blogs, de acordo com pedidos que me foram feitos.

Tive apenas, há uns tempos, uma proposta concreta para compra de uma foto da ponte Vasco da Gama, para aplicar num calendário de secretária que um Banco de Londres queria distribuir pelos clientes, segundo percebi. A tiragem seria de 4500 exemplares.

Eu respondi que cedia a foto, desde que eles colocassem o meu nome e um link para a minha página, mas não obtive resposta (segundo alguns colegas, eu deveria ter mesmo pedido dinheiro...).

Em tempos também me incentivaram a colocar algumas fotos num banco de imagens, mas a minha máquina anterior - embora de excelente qualidade, em minha opinião - não tinha os requisitos mínimos (6 megapixels, a minha tinha apenas 3...). E com esta ainda estou a aprender a fotografar, para tirar o melhor partido dela.

Não me repugna vender, se a ocasião surgir, mas não me vejo a fazer trabalhos por encomenda, por exemplo. Não gosto disso, gosto de fotografar o que me apetece, quando me apetece, de acordo com o estado de espírito da altura, só isso. Mas se surgir a oportunidade, não vejo nenhum problema em fazer negócio. Acho que só se passasse a viver apenas da fotografia tal deixaria de ser um hobby, claro...

Quanto aos museus ou outras entidades, confesso que nunca tal me passou pela cabeça, talvez um dia...

Beijinhos e obrigado pela visita!

Gigi disse...

Paulo,

já há muto que venho aki ao teu cantinho, mas como sou uma rapariga envergonhada, ninca deixo comentário.

mas agora tudo mudou.

As fotos, como sempre estão fantásticas.

beijinhos.

Paulo Azevedo disse...

Gigi, obrigado pela visita, fico contente por teres gostado das minhas fotos; vai passando por cá sempre que te apetecer.
Continuação das tuas melhoras!
Beijinhos.